junho 23, 2024

Centro do Referência estimula o desenvolvimento de crianças autistas

 Centro do Referência estimula o desenvolvimento de crianças autistas

Estimular o desenvolvimento da fala, socialização, coordenação motora e sensorial em crianças autistas e prepará-las para a vida são algumas das principais responsabilidades do Centro de Referência Municipal para Pessoas com Transtorno do Espectro Autista Dr. Ildes Ferreira de Oliveira (CER – TEA).

Crianças de 3 anos a pré-adolescentes de 12 anos incompletos diagnosticados são acompanhados pelo equipamento municipal e participam de atividades terapêuticas, a exemplo de iniciação musical e karatê. 

No último domingo (2) foi comemorado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. A coordenadora do CER-TEA, Lucinea Aragão, considera que o órgão é pioneiro na Bahia. 

O órgão oferece uma assistência individualizada, observando a evolução de cada criança. Inicialmente é feita a terapia individual, em seguida parte para a terapia em grupo para trabalhar a socialização.

Ainda segundo a coordenadora, que também é mãe de uma criança autista, o equipamento representa um grande avanço para o município. Inclusive, proporciona o acolhimento da família.

No local, é disponibilizado atendimento com psicólogo, psicopedagogia, nutricionista, assistência social, educação física e psicomotricidade. As crianças têm à disposição salas de cultura e multiuso, com mesas de totó e futebol de botão.

Para ser atendido, o paciente deve ser encaminhado pelo Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil (Caps I), onde receberá o diagnóstico do neurologista.

O equipamento funciona das 8h às 12h e das 13h às 17h, e está localizado na rua Itacarambi, no bairro Muchila, ao lado do Centro de Convivência para Idosos Dona Zazinha Cerqueira.

PRIORIDADE

A fita quebra-cabeça, símbolo mundial do autismo, está inserida nas placas de atendimento prioritário em estabelecimentos públicos e privados de Feira de Santana, conforme assegura a Lei Municipal nº 3818/2018. Entende-se como estabelecimentos privados supermercados, bancos, farmácias, bares, restaurantes e lojas em geral.

Já a Lei Municipal nº 352/2020, garante o atendimento prioritário na marcação de consultas e exames neurológicos, fonoaudiólogos, terapêuticos e nutricional, nas unidades públicas.

Foto: Jorge Magalhães

Danielly Cerqueira, com informações da Prefeitura Municipal de Feira de Santana

Whatsapp
Olá
Olá, podemos ajudar?