maio 24, 2024

Policiais civis infiltrados já prenderam 28 pessoas no carnaval

 Policiais civis infiltrados já prenderam 28 pessoas no carnaval

Durante todos os dias de carnaval a Polícia Civil da Bahia se infiltra em meio aos foliões para localizar criminosos. Além do registro de boletins de ocorrência, acolhimento às vítimas e conscientização sobre combate a violência, a Polícia Civil realiza nos circuitos um trabalho de inteligência, infiltrando policias no meio dos foliões para localizar envolvidos com o tráfico de drogas e procurados pela Justiça.

Até o início do quarto dia oficial de festejos, 28 pessoas foram presas pela ação das equipes veladas. A cada dia de folia, 200 policiais entre investigadores, escrivães e delegados se misturam no meio do povo, com o objetivo de combater o tráfico de drogas nos circuitos. Os infiltrados identificam e prendem criminosos que estejam vendendo drogas, praticando furtos ou roubos durante a festa, além dos procurados da Justiça com mandado de prisão em aberto.

A ação é coordenada pelo Departamento Especializado de Investigação e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), na área da Barra, pelo Departamento de Repressão e Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (Draco), na Ondina, e pelo Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic), no Centro da cidade. Todas as atividades das equipes são assessoradas pelo Departamento de Inteligência Policial (DIP). As ações das equipes veladas já ocorrem desde o pré-Carnaval, com atuação no Pipoco, Fuzuê e no Furdunço.

Ascom PC/Cândido Vinícius

Whatsapp
Olá
Olá, podemos ajudar?