julho 24, 2024

Lagoas de Feira de Santana passam por análise preliminar de qualidade da água

 Lagoas de Feira de Santana passam por análise preliminar de qualidade da água

As lagoas do Prato Raso, Grande, Subaé e Salgada passaram por uma análise preliminar de qualidade da água, onde os parâmetros físico, químico e microbiológico foram observados. Em março, amostras de água das lagoas foram coletadas e enviadas para um laboratório especializado. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMMAM)

Segundo o relatório, todas as lagoas analisadas foram classificadas como águas doces de classe 03. De acordo com o artigo 16°, da resolução 357/2005 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), a água destas lagoas podem ser destinadas para diversas finalidades, como irrigação e pesca amadora.

Ainda segundo o relatório, um nível significativo de poluição orgânica foi encontrado nas Lagoas Prato Raso, Grande e Subaé. Já a concentração excessiva de fósforo nas lagoas é preocupante porque excede o limite que é permitido pela resolução do CONAMA – significa que pode existir a presença de despejo de dejeto sanitário nesses locais.

Na amostra coletada, a Lagoa do Subaé apresentou um alto índice de coliformes termotolerantes, sugerindo uma contaminação fecal que pode comprometer a utilização da água para outros fins. Das lagoas, a do Prato Raso foi a que apresentou o menor índice de coliformes termotolerantes.

A análise realizada nas lagoas não é definitiva, sendo necessárias outras amostras para um resultado mais abrangente.

O secretário de Meio Ambiente, Antônio Carlos Coelho, destaca a importância da iniciativa, especialmente que a população feirense tenha conhecimento do nível de qualidade das águas dos mananciais existentes no município.

“Diante dos resultados já obtidos, medidas de controle para mitigar a poluição das águas, incluindo ações para reduzir a carga de poluentes devem ser implementadas”, observa.

Secom -Foto: Jorge Magalhães

Whatsapp
Olá
Olá, podemos ajudar?