maio 25, 2024

Impacto na liberação da maconha: “Isso pode potencializar o número de usuários e dependentes químicos”, afirma diretor de Centro Terapêutico de Feira

 Impacto na liberação da maconha: “Isso pode potencializar o número de usuários e dependentes químicos”, afirma diretor de Centro Terapêutico de Feira

Foto reprodução rede social pastor Alberto Bispo

A liberação da maconha no Brasil está em discussão no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), e na visão das autoridades policiais do país, principalmente em Feira de Santana, a maioria dos crimes está ligada ao tráfico de drogas.

Por conta da discussão nacional sobre descriminalização de drogas, a reportagem da rádio Subaé conversou com Alberto Bispo, que há 35 anos atua como diretor do Centro Terapêutico Nova Vida, situado na zona rural do município de Feira.

O coordenador da entidade afirmou que a questão das drogas é social, e que no momento não há políticas públicas para dar suporte a ninguém, podendo potencializar o número de usuários e dependentes químicos em caso de liberação.

Durante a entrevista, Alberto Bispo também informou que a maconha é de fácil acesso por parte da população, podendo ser entendida como porta de entrada para outros entorpecentes.

“No momento, estamos com 92 homens internados, com capacidade para 120. Já o número de mulheres nesses 7 anos é menor; hoje estamos com 12, sempre com demanda espontânea”, explicou.

Questionado sobre o número reduzido de mulheres, o líder evangélico enfatizou que os motivos são variados.

“Algumas são mães e não têm com quem deixar os seus filhos, outras são ligadas a parceiros, porém estamos estudando esses casos para tentar dar o devido suporte”, afirmou.

Bispo também mostrou preocupação com o consumo de álcool por parte dos jovens e alertou sobre as drogas sintéticas como K9 e derivadas. O pastor não negou a possibilidade de recaída, após o tratamento terapêutico e destacou que tudo depende da força de vontade. Ouça

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa (rádio Subaé) e imagem reprodução Jusbrasil.

Whatsapp
Olá
Olá, podemos ajudar?