maio 19, 2024

Feira de Santana – Médico acusado de matar colega vai a júri popular

 Feira de Santana – Médico acusado de matar colega vai a júri popular

O médico Geraldo Freitas Junior, acusado de matar o colega acreano Andrade Lopes Santana (foto) em maio de 2021, vai a júri popular. A decisão foi anunciada pela Justiça de Feira de Santana na segunda-feira (20), a cerca de dois anos do crime.

Apesar disso, ainda não há uma data marcada para o julgamento. Geraldo Freitas foi preso quatro dias após o sumiço de Andrade, no dia 28 de maio de 2021 – mesmo dia em que o corpo do médico acreano foi encontrado no Rio Jacuípe, em São Gonçalo dos Campos, a 20 km de Feira de Santana.

Geraldo está no Conjunto Penal de Feira de Santana desde a prisão. Ele confessou o crime à Polícia Civil.

Depois de matar Andrade, Geraldo buscou a delegacia para registrar o desaparecimento da vítima. As investigações da polícia apontam que ele agiu sozinho no crime.

O médico Andrade Lopes desapareceu em 24 de maio de 2021, quando saiu da cidade de Araci, onde morava e trabalhava, com destino a Feira de Santana. Neste mesmo dia, o sumiço foi registrado em delegacia por Geraldo.

Depois que o corpo de Andrade foi encontrado, o Departamento de Polícia Técnica (DPT), constatou que ele foi assassinado um tiro na nuca. Além disso, Geraldo amarrou uma âncora no corpo de Andrade, para evitar que o corpo dele emergisse das águas do Rio Jacuípe.

G1 Bahia- foto arquivo blog Central de Polícia

Whatsapp
Olá
Olá, podemos ajudar?