maio 25, 2024

Estudantes da Educação Municipal participam de formatura do Proerd

 Estudantes da Educação Municipal participam de formatura do Proerd

Seis escolas municipais premiadas por redações com maior destaque


Estudantes da Educação Municipal participaram nesta quarta-feira (19) da formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), na Igreja Cristianismo Sem Fronteiras, na Avenida Maria Quitéria.

Este ano, o Proerd foi ministrado em doze escolas, nove da rede municipal e três da rede particular, localizadas na área de atuação da 66ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM).

Durante seis meses, os estudantes do Ensino Fundamental, dos iniciais e finais, receberam orientações dos policiais militares instrutores do programa, que começou com ênfase no combate às drogas, mas atualmente abrange diversas áreas como o controle em situações de pressão; leis e comportamento no trânsito; bullying; discussão e prevenção sobre as violências física, social, emocional, além de vícios.

“O programa tem se mostrado uma grande ferramenta de prevenção. Estamos preparando as crianças e adolescentes para o combate à violência e resistência as drogas. Neste segundo semestre, vamos manter o trabalho com novas turmas”, avalia o major PM Joilson Lessa, comandante da 66ª CIPM.

Os estudantes que mais se destacaram ao longo das seis meses ganharam premiações nas categorias Redação, Comportamento e Participação.

Das oito escolas municipais que participaram das atividades, seis foram premiadas por redações com maior destaque: Mãe da Providência, Antônio Gonçalves, Doce Lar da Criança, Padre Giovanni Ciresola, Centro Municipal Integrado de Educação Professor Joselito Falcão de Amorim e São João da Escócia.

“O objetivo desse programa é contribuir ainda mais com a formação destas crianças e adolescentes, levando valores universais e importantes como a ética e a responsabilidade, e a parceria com a Polícia Militar é fundamental para que tudo aconteça”, afirma a secretária de Educação, Anaci Paim.

Foto: Divulgação/Polícia Militar

Whatsapp
Olá
Olá, podemos ajudar?