junho 12, 2024

Estado dá início ao Outubro Rosa com realização de mamografias e consultas

 Estado dá início ao Outubro Rosa com realização de mamografias e consultas

Foto: Leonardo Rattes/Saúde GovBA

As mais de 20 mil mamografias e 2,7 mil consultas com ginecologistas e mastologistas que serão ofertadas pelo Governo do Estado durante este mês, na Campanha do Outubro Rosa, começaram a ser realizadas neste domingo (1º). A iniciativa é uma ação da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) em parceria com as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA).

Os atendimentos estão sendo feitos em unidades móveis estacionadas no Largo de Roma, em Salvador. Todos os procedimentos foram previamente agendados pelo site http://outubrorosa.saude.ba.gov.br, página em que mulheres de 40 a 69 anos podem fazer o agendamento dos serviços que serão ofertados até o dia 4 de novembro.

Até a manhã deste domingo, 5.775 mamografias e 989 consultas já haviam sido marcadas. No agendamento, a mulher pode escolher o dia, local e o turno, mas é importante estar atenta para os requisitos exigidos, são eles: não ter feito o exame a menos de seis meses, não ter feito cirurgia na mama e ter entre 40 e 69 anos. E, no dia do exame, deve levar o RG, CPF, Cartão do SUS e comprovante de residência. Não é necessária a requisição médica para a mamografia.

Um das mulheres que fez o agendamento foi Joselita dos Prazeres Santos. “É importante para todas as mulheres fazerem a mamografia periodicamente, para que não seja pega de surpresa”, disse ela.

Em Salvador, as quatro unidades móveis da Sesab farão atendimento de segunda a sábado, das 7h às 18h, exceto nos feriados de 12 de outubro e 2 de novembro. Cada veículo tem a capacidade de realizar até 150 mamografias por dia e estarão em pontos estratégicos, como a Universidade do Estado da Bahia (Uneb) do Cabula, Salvador Norte Shopping e Vila Militar dos Dendezeiros.

O subsecretário da Saúde do Estado, o médico Paulo Barbosa, destaca que câncer de mama é o que mais vitima as mulheres. “É um tipo de neoplasia que pode ser detectada precocemente e tem um índice muito alto de cura quando o tratamento começa no estágio inicial da doença” afirma.

Barbosa pontua, ainda, que o tratamento do câncer para aquelas mulheres que tiverem o diagnóstico da doença será garantido pela Secretaria da Saúde do Estado. “Caso haja alguma alteração na mamografia, serão feitos exames complementares e, em caso positivo, a mulher será encaminhada para rede de atenção”, lembra.

O vice-governador do Estado, Geraldo Júnior, acrescenta que a ação visa levar mais assistência às baianas: “nosso compromisso é sempre dar atendimento digno ao povo baiano”.

Ascom

Whatsapp
Olá
Olá, podemos ajudar?