junho 20, 2024

Servidores do Estado reclamam de revisão salarial parcelada e sem efeito retroativo

 Servidores do Estado reclamam de revisão salarial parcelada e sem efeito retroativo

Servidores públicos do Estado da Bahia, que atuam em Feira de Santana, estão insatisfeitos, segundo queixas feitas ao vereador Edvaldo Lima (UB), com o Projeto de Lei que concede o reajuste salarial de 4% dividido em duas parcelas e sem efeito retroativo. O vereador diz ter sido procurado por profissionais da enfermagem, queje me pediram para relatar na Câmara sua insatisfação. “Já sofrem com perdas salariais, nos diversos segmentos da saúde”, observou.

A proposta enviada pelo Executivo determina que sejam concedidos 2% a partir de 1º de maio de 2024 e 2% a partir de 31 de agosto de 2024. Sem prever o efeito retroativo para janeiro deste ano, “esses servidores que já estão com uma grande perda só vão conseguir receber seus devidos salários com reajuste a partir de maio”, critica Edvaldo Lima, chamando a atenção do governador Jerônimo Rodrigues para o fato.

Ascom

Whatsapp
Olá
Olá, podemos ajudar?