junho 20, 2024

Raiva em morcegos: saiba como identificar mudanças de comportamento em cães e gatos

 Raiva em morcegos: saiba como identificar mudanças de comportamento em cães e gatos

Foto: divulgação do Governo do Estado de Santa Catarina

Por Denivaldo Costa

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Feira de Santana emitiu um alerta à comunidade após confirmar mais um caso de raiva em morcegos no município. De acordo com informações da coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Miza Cordeiro, o animal infectado foi encontrado no bairro Ponto Central e, felizmente, não teve contato com pessoas.

Este recente caso de raiva de morcego eleva o total para dez ocorrências registradas somente este ano na cidade. A raiva é uma doença viral grave que afeta mamíferos, podendo ser transmitida a seres humanos através de mordida ou arranhão de animais infectados.

Ouça a entrevista

Miza Cordeiro, coordenadora do CCZ, destacou a importância da comunicação imediata ao órgão, caso um morcego morto seja encontrado. Elau reforço que a orientação é acionar o CCZ pelo número (75) 9 9851-8583 para que o animal seja recolhido e submetido a exames que determinem se está infectado com o vírus da raiva ou não. Essa medida é essencial para a prevenção da doença e a segurança da comunidade.

Além disso, Miza enfatizou que as pessoas que foram mordidas ou arranhadas por cães e gatos devem procurar imediatamente atendimento no setor antirrábico no Centro de Saúde Especializado Dr. Leone Coelho Lêda (CSE) para receber o acompanhamento médico adequado. A raiva é uma doença que pode ser fatal se não for tratada de forma acometida e precoce.

A veterinária também fez um apelo aos proprietários de animais de estimação, solicitando que estivessem atentos à possibilidade de seus cães e gatos em contato com morcegos infectados.

Portal Cidade Gospel

Whatsapp
Olá
Olá, podemos ajudar?