maio 19, 2024

Assassinado em 2014, Ex-comandante da Guarda deve ser homenageado com monumento, propõe vereador

 Assassinado em 2014, Ex-comandante da Guarda deve ser homenageado com monumento, propõe vereador

Um monumento ao ex-comandante da Guarda Municipal de Feira de Santana, Marcos Vinícius Alves dos Santos, assassinado em 2014, está sendo proposto pelo vereador Lulinha (União Brasil). A sugestão ao Poder Executivo foi apresentada na Sessão Especial realizada pela Câmara, esta semana, comemorativa pelo aniversário de 130 anos da corporação. Um dos destaques no trabalho desenvolvido por Vinícius, segundo o vereador, foi o seu esforço pelo cumprimento da lei que determina o fechamento de bares na Sexta-feira Santa, “considerado, à época, o dia mais violento do ano no Município”.

O então comandante, relembra, “amanhecia e anoitecia com a Guarda”, obrigando os estabelecimentos a fechar nos horários previstos. Esta atuação, diz Lulinha, reduziu a violência a “praticamente zero, naquela data”. Com a fiscalização, realizada em conjunto com a Polícia Militar, o vereador registra que também houve queda de procura por hospitais e policlínicas, de pacientes vítimas de violência, coma alcoólico e acidentes de veículos, bem como as ocorrências nas delegacias.

“A gente nunca pode esquecer isso. Acho que Feira de Santana tem que ter algum monumento ou obra onde se possa colocar o nome dele”, propôs o vereador, sob aplausos dos presentes. A presidente da Câmara Municipal, vereadora Eremita Mota (PSDB), autora do requerimento pedindo a realização da Sessão Especial, disse que, de fato, Marcos Vinícius “deixou um legado entre nós e o reconhecimento dos relevantes serviços prestados é mais do que merecido”.

Ascom

Whatsapp
Olá
Olá, podemos ajudar?