UPB repudia fala de presidente e orienta prefeitos a seguir orientação da OMS

 UPB repudia fala de presidente e orienta prefeitos a seguir orientação da OMS

A União dos Municípios da Bahia (UPB) emitiu nota de repúdio contra o presidente Jair Bolsonaro devido ao pronunciamento feito por ele na noite desta terça-feira (24). A entidade, que representa os prefeitos baianos, disse que “assistiu com grande preocupação” o discurso. Para a UPB, a fala do presidente descredibiliza os prefeitos e vai de encontro aos esforços concentrados de controle ao novo coronavírus, como “manter o distanciamento social, fechar escolas, rodoviárias e estabelecimentos comerciais”.

A instituição também declarou que o pronunciamento foi um ato contraditório após as orientações dadas pelo seu próprio governo, através do Ministério da Saúde. Ainda na nota, a UPB diz que “aos prefeitos baianos, o pronunciamento do presidente passou a sensação de que o Brasil está desgovernado, sem uma liderança coerente e responsável, que respalde as decisões dos gestores locais nesse momento de crise. Deixa a certeza de que, ao seguir seus delírios de que trata-se de uma “gripezinha”, serão as lideranças municipais criminalizadas pelas mortes diante da total falta de estrutura para atender casos graves como veem sendo registrados em diversos países”.

A UPB conclamou os prefeitos a seguirem na adoção de medidas orientadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo governo do Estado da Bahia na “contenção do vírus que deixa um rastro de morte por onde passa”.