Ônibus da banda Os Clones são destruídos em incêndio em Feira de Santana

 Ônibus da banda Os Clones são destruídos em incêndio em Feira de Santana
Compartilhe

Dois ônibus foram incendiados na madrugada desta quinta-feira (14), em Feira de Santana. Os veículos, de propriedade da banda Os Clones e do cantor Paulo Roberto Romão de Macedo, estavam no Conjunto ACM por volta das 3h da madrugada, quando o incidente ocorreu.

De acordo com o portal Acorda Cidade, que conversou com Macedo, ele soube do incêndio através de seu pai, que o acordou às 5h da manhã com a notícia. “Quando meu pai chegou batendo a campainha, achei até que pudesse ser morte de algum parente. Ele falou: ‘Corre lá, que os ônibus estão pegando fogo’. Quando eu cheguei aqui só estavam os ferros. Estamos muito abalados, decepcionados, tristes com o ser humano. Como uma pessoa consegue fazer isso, destruir um sonho, um patrimônio? A gente levou tantos anos para conseguir e a gente que vem sofrendo na pandemia, quase um ano, sem fazer show, sem fazer nada e por isso que os ônibus estavam parados. Deixamos perto da nossa casa para que pudéssemos ficar de olho, colocando para funcionar, até porque a gente não tinha outro espaço e nem como pagar aluguel”, desabafou, acrescentando que o incêndio foi criminoso e que câmeras de segurança teriam captado as imagens de um homem ateando fogo nos veículos.

Zezé Júnior, como é mais conhecido, explicou que um dos ônibus era usado pela banda e outro para um projeto solo dele que não pôde avançar nos últimos meses por causa da pandemia. O músico disse que tinha ainda alguns instrumentos e outros materiais guardados nos veículos. Ele não soube estimar o prejuízo total, mas só os ônibus estão avaliados em cerca de R$ 300 mil.

Subaé Noticias

* Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores