Olimpíada não traz legado para saúde de cidades-sede, diz especialista

_90891356_thinkstockphotos-538857557

A avaliação é de Pedro Curi Hallal, pesquisador brasileiro e professor de Escola Superior de Educação Física da UFPEL (Universidade Federal de Pelotas), no Rio Grande do Sul.

“Apesar de as pessoas se sentirem motivadas a fazer um esporte por causa da Olimpíada, não há evidência científica de que o evento aumente os níveis de atividade física da população da cidade-sede a longo prazo, diz ele à BBC Brasil.

“Mas os Jogos são um momento ideal para se falar sobre a prática esportiva”, ressalva.

Você também pode gostar ...

0 Pensamentos sobre “Olimpíada não traz legado para saúde de cidades-sede, diz especialista”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display

ITV Nordeste

No Banner to display