O aterramento de forma correta é o único caminho para evitar acidentes com raios em períodos de chuvas

499227f2-aaf9-4ad6-ab4e-41fe9aac8f0d

Março costuma ser um dos meses mais chuvosos, no entanto na Bahia, o inicio do ano veio com um volume de agua alarmante , principalmente em algumas cidades , como Riachão do jacuipe, Uauá, Euclides da Cunha, sendo as mais afetadas. Entretanto o mês de março não choveu.
Vários são os problemas ambientais pelos quais, o uso indevido do solo aumenta os processos erosivos ocasionando grandes prejuízos para a agricultura, economia e meio ambiente. A erosão dos solos causa o empobrecimento do solo, perda de matéria orgânica, de adubos e assoreamento dos rios.
O clima, por sua vez, exerce sua influência de várias formas, por meio dos agentes como o vento e a chuva que se de forma elevada podem destruir plantações e gerar prejuizos à economia. E para esclarecer sobre esses aspéctos de mudança do tempo por inúmeros fatores, foi enatrevistada na manhã desta terça -feira (12), no programa Subaé Noticias, da Rádio Subaé AM, Rosangela Leal – Corodenadora da Estação Climatológica do Departamento de de Tecnologia da UEFS(universidade Estadual de feira de Santana).
Dentre estes assuntos, Rosangela doutora em Geografia Humana, falou de que até o mês de junho na região de Feira de Santana, cairá chuvas de forma moderada e não temporal, porém alertou a população para os cuidados em relação ao aterramento de condução elétrica de aparelhos que provocam a transposição de raios, que por ventura venham cair na região do Portal do Sertão.
Quanto a neblina e o ponto de orvalho que ocorre com grande frequência na região de Feira de Santana, a coordenadora climatológica respondeu que isso ocorre porque, é a evaporação do solo , e durante a noite a temperatura baixa provocando uma condenssação, e por se dissiparem provocam essa neblina em alguns pontos da cidade principalmente m regiões mais baixa , disse a Rosangela Leal.
Ela esclarece que para diminuir os riscos de acidentes com raios é necessário fazer um serviço de aterramento próprio para cada equipamento que requer de muita energia. E a depender da forma e posição da casa é necessário um para-raios, afirmou.

Fátima Brandão

 

Você também pode gostar ...

0 Pensamentos sobre “O aterramento de forma correta é o único caminho para evitar acidentes com raios em períodos de chuvas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ITV Nordeste

No Banner to display