CPI quer restringir uso da Lei Rouanet após denúncias de irregularidades com Claudia Leitte

IMAGEM_NOTICIA_5 (1)

Durante uma audiência pública, realizada na última terça-feira (28), para discutir a captação de R$ 1,2 milhão por meio da Lei Rouanet para três shows da cantora Claudia Leitte, em 2013, vários deputados manifestaram o interesse de restringir o uso da legislação de incentivo à cultura por parte de artistas consagrados. Além disso, na ocasião, o irmão de artista e administrador da produtora Ciel, Claudio Inácio Junior, depôs na CPI e afirmou que a “democratização do acesso”, exigida pela Lei, foi cumprida com a distribuição de ingressos gratuitos por meio de produtoras locais e com a comercialização de um lote de ingressos a R$ 20. Claudio negou irregularidades e revelou o desconforto da família com a repercussão do caso. “Estamos sendo atacados pela mídia. O que a gente se propôs a fazer, a gente entregou. Talvez por inexperiência, tenha havido divergência de algum documento que não foi entregue. Mas, em nenhum momento, houve má-fé da nossa parte nem desvio de dinheiro público”, explicou.  Por fim, os integrantes da CPI não viram crime no caso, mas apontaram várias “brechas” e “deformações estruturais” da Lei Rouanet. A Justiça ainda não se pronunciou definitivamente sobre o assunto.

Você também pode gostar ...

0 Pensamentos sobre “CPI quer restringir uso da Lei Rouanet após denúncias de irregularidades com Claudia Leitte”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ITV Nordeste

No Banner to display