Acusados de participar de ataque a banco em Pindobaçu morrem em confronto

IMAGEM_NOTICIA_5 (3)

Dois acusados de integrar uma quadrilha que atacou um banco em Pindobaçu, centro norte baiano, morreram em confronto com a Polícia na madrugada desta quarta-feira (8). Outros três acusados de participar do ataque à agência conseguiram fugir. A explosão do banco em Pindobaçu ocorreu na última sexta-feira (3). Na ação, o grupo armado chegou a atirar para cima e incendiou um carro. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), o confronto que resultou na morte de dois acusados ocorreu no município de Lagoa Grande, já em Pernambuco, quando policiais da Companhia de Policiamento Especializado (Cipe) Caatinga e policiais federais fizeram um bloqueio. Vieram a óbito Roberto Nunes de Souza, 31 anos, o “Negão”, apontado como um dos líderes da quadrilha, e Welson Inocêncio da Silva Souza, de 33 anos. Com eles foram apreendidos um fuzil M16 e duas espingardas calibre 12. No momento do bloqueio policial, o grupo estava em um veículo Corsa Classic NXV-0341, também apreendido. Na continuação das diligências, os policiais encontraram na casa de Roberto e Welson, em Juazeiro e Petrolina, ‘bananas’ de dinamite, além de uma caixa com miguelitos – itens utilizados para bloqueio de estradas. Todo o material foi encaminhado à Delegacia da PF. A Polícia informou que mantém os telefones do Disque-Denúncia 181 e whatsApp (74) 99904-0002 caso moradores queiram colaborar com o trabalho policial na captura dos criminosos.

Você também pode gostar ...

0 Pensamentos sobre “Acusados de participar de ataque a banco em Pindobaçu morrem em confronto”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ITV Nordeste

No Banner to display