Com um jogador a menos desde aos 28 minutos do primeiro tempo, o Vitória venceu a Ponte Preta por 2 a 1, neste domingo (27), no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), válido pela 31ª rodada da Série B. O técnico Geninho comemorou a conquista dos três pontos.

“Resultado importantíssimo. Viemos buscar o prejuízo que tivemos em casa com o Londrina. Agora a gente está chorando o resultado passado porque poderia estar muito perto do objetivo. Campo muito difícil de jogar. Sabíamos das dificuldades. Viemos com alguns jogadores como opção ainda sentindo. Acho que o time começou bem postado com três zagueiros. Acho que foi muito bem. Primeiro tempo, se for pegar posse de bola, o da Ponte foi muito maior. Mas teve uma chance. Eu tive um gol e mais três chances. Segundo tempo, a partir da expulsão, o jogo mudou. A Ponte veio mudada. O que esperávamos aconteceu. Ele colocou mais um centroavante, veio com tudo para cima. Teve volume muito grande, mas o time marcou bem. Claro que perdemos um pouco… Mesmo em cima do volume, a gente nunca deixou de acreditar. Teve o empate, Ponte com pressão maior, mas nós acreditávamos que com uma jogada poderíamos vencer o jogo. Troquei dois atacantes por dois atacantes. Isso acabou premiando. Os dois jogadores participam de uma jogada de gol. Jogo muito difícil onde a vitória foi muito importante”, disse em entrevista à Rádio Metrópole.

Geninho ainda fez questão de exaltar a postura da equipe em campo, que soube suportar a pressão do adversário.

“Dificuldade todo. Tentamos ajeitar e ajeitou sem precisar mexer ninguém. O time se equilibrou. Muito mérito do grupo, vitória tem que ser creditada aos jogadores por tudo o que fizeram. Com um a menos praticamente dois terços do jogo”, destacou.

Com o triunfo, o Vitória chegou aos 36 pontos e agora ocupa a 15ª posição na Série B.

O próximo jogo do Vitória é contra o Figueirense, sábado (2), às 16h30, no Barradão.

No Banner to display

DEIXE UMA RESPOSTA