Uma tripulação de três homens, incluindo um emiradense que se tornou o primeiro árabe a chegar à Estação Espacial Internacional (ISS), retornou à Terra com segurança nesta quinta-feira, afirmou a agência espacial russa Roscosmos.

Hazzaa al-Mansoori, dos Emirados Árabes Unidos, aterrissou nas estepes do Cazaquistão às 10h59 GMT (07h59 em Brasília), junto com o astronauta da Nasa Nick Hague e o cosmonauta da Roscosmos Alexey Ovchinin, que sobreviveram a um lançamento fracassado para a ISS no ano passado.

“A tripulação que retornou à Terra está se sentindo bem”, disse a Roscosmos imediatamente após o pouso.

Imagens da Roscosmos do local de pouso no centro do Cazaquistão mostraram Mansoori sorrindo e envolto em uma bandeira dos Emirados depois de deixar a cápsula.

Hague e Ovchinin completaram uma missão de 203 dias a bordo do laboratório em órbita, enquanto os dois companheiros de tripulação de Mansoori em seu lançamento em 25 de setembro – o russo Oleg Skripochka e Jessica Meir da Nasa – permanecem como parte de uma equipe de seis membros.

Embora a missão de Mansoori tenha sido curta – oito dias no total -, foi motivo de grande orgulho nos Emirados Árabes Unidos, um país recém-chegado ao mundo do espaço com ambições de enviar uma sonda não tripulada para orbitar Marte até 2021.

O príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Sheikh Mohammed bin Zayed al-Nahyan, elogiou a missão em um post no Twitter.

“Parabéns ao povo dos Emirados Árabes Unidos por essa conquista histórica. Os filhos de Zayed cumprirão nossa ambição de chegar a Marte”, escreveu o príncipe herdeiro.

Mansoori tem sido ativo no Twitter, onde compartilhou fotos dos Emirados Árabes Unidos e de Meca – o local mais sagrado do Islã – da estação espacial.

No Banner to display

DEIXE UMA RESPOSTA