Um homem foi flagrado vendendo licenças, que são concedidas pela prefeitura de Salvador, para as pessoas que pretendem trabalhar durante o carnaval, como ambulantes. 

Segundo a TV Bahia, o homem conta como toda a transação ocorre. Apesar da venda, ele afirma que a pessoa precisa estar no local na hora da retirada do kit. Ainda não dá para saber quantas licenças ele já conseguiu vender.

Na negociação, ele cobra um preço maior em ralação ao estipulado pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop). De acordo com a reportagem, cobrava R$ 380 para uma licença que custava R$ 77. O Ministério Público Estadual (MPE-BA) informou que a venda não é considerada um crime.

Já a Semop afirmou que não tem responsabilidade sobre o caso. Os ambulantes que dormiram na fila para conseguir a licença, no entanto, ficaram indignados. 

Após a divulgação das imagens, a secretaria informou “que, se for identificado ambulante trabalhando no Carnaval com licença que não está em seu nome, essa licença será cassada e a mercadoria apreendida”. “O ambulante também não poderá tirar novos licenciamentos junto à prefeitura”, informou o órgão, por meio de nota. 

No Banner to display

DEIXE UMA RESPOSTA